Carros clássicos: Benz Patent-Motorwagen

Você sabe qual foi o primeiro carro criado na história? Foi o  Benz Patent-Motorwagen, criado há 125 anos e que marcou época.primeiro carro 2

Fabricado na Alemanha, de autoria de Karl Benz, foi um invento patenteado na data de 29 de janeiro do ano de 1886 e era um autêntico “veículo com motor a gás”. Foi conduzido, pela primeira vez, nas ruas de Mannheim, em seis meses após o registro de criação do invento.

Ainda hoje há alguns exemplares disponíveis – inclusive no Brasil – porque a montadora fabricou duas séries especiais, sendo a primeira no ano de 1980 e a segunda já em 2002.

O Patent-Motorwagen apresenta três rodas, pesa 265 kg somente, o que representou um grande avanço em sua época, porque as carruagens que circulavam no século XIX eram extremamente pesadas.primeiro carro

Não havia qualquer acelerador. A mudança de velocidade era feita por uma válvula, localizada bem próximo ao banco do condutor, local onde era acertada a mistura do combustível para uma rotação mais constante. Sua velocidade máxima era de inacreditáveis 16 km/h.

 

Quer vender seu carro?

Nós já falamos aqui no blog como ter um carro hoje em dia não é muito vantajoso. Se você perdeu e quiser saber do que estamos falando, clique aqui. Agora, se você já tem seu carro e quer vende-lo, confira algumas dicas para que ele seja bem valorizado!VENDE-SE MOD 05

 

  1. Tenha guardado o manual do proprietário, nota fiscal da compra e outros documentos como, por exemplo, comprovantes de revisões, troca de peças e tudo o que comprova a manutenção preventiva. Isso dá maior segurança ao futuro comprador.

 

  1. Invista em uma lavagem completa e, se puder, um polimento e higienização da parte interna. O polimento vai levantar muito a aparência externa, enquanto a higienização dará um ar renovado para os bancos, carpetes e revestimentos internos, além de eliminar a maioria dos cheiros internos.

 

  1. Faça uma revisão completa dos principais itens do carro. Essa revisão trará maior segurança para quem quer comprar o seu carro usado. Mostre a nota fiscal e comprovante da revisão para comprová-la ao futuro interessado por seu veículo.

 

  1. Se seu carro tiver que fazer alguns reparos pontuais como pintura de para-choque, conserto de retrovisor entre outros, e está sem grana, faça os orçamentos, pesquise e obtenha o melhor preço, e mostre para o futuro comprador e ofereça esse desconto, agora se puder realizar os reparos é bem melhor.

 

  1. Além da placa de “vende-se” colocada de forma bem visível no seu veículo, anuncie o carro na internet com boas fotos do interior e exterior e leve-o aos feirões, onde o público interessado em comprar seu carro poderá vê-lo ao vivo.

 

  1. Evite marcar a visita do futuro comprador em sua própria casa. Marque em locais movimentados como supermercados ou shoppings, em áreas descobertas.

 

  1. Evite receber o valor do veículo em dinheiro ou cheques. Faça as transações financeiras diretamente no banco. Isso garante o crédito na hora e evita golpes de compradores mal intencionados.

 

  1. Lembre-se de preencher o certificado de registro do veículo inserindo os dados do novo comprador, assine e reconheça assinatura imediatamente. Depois, tire duas cópias, guarde uma consigo e a outra envie ao Detran de sua cidade para atestar a transferência e isenção de responsabilidade sobre futuras multas ou incômodos.

 

 

Carros clássicos: Volkswagen Karmann-Ghia

Continuando a série de posts contando um pouco sobre a história de alguns carros que marcaram época, hoje vamos falar sobre o Karmann-Ghia, da Volkswagen.vw-karmann-ghia07c

No início dos anos 1950 a Volkswagen produzia apenas o Fusca e a Kombi, típicos carros pós guerra: resistentes, sóbrios e baratos. O mundo, entretanto, já se recuperava da Segunda Guerra Mundial, e a demanda por carros mais elegantes e luxuosos aumentava.

Sendo assim, em julho de 1955 o novo modelo da Volkswagen foi apresentado à imprensa. Entretanto o carro ainda não tinha nome, apenas o código “Typ 14”. Após considerar alguns nomes italianos para o carro, o nome Karmann-Ghia foi escolhido, refletindo o exotismo do carro e a participação das várias empresas em seu projeto.

No final de 1967 foi lançado o Karmann Ghia conversível, que atualmente é um dos modelos brasileiros mais raros e valorizados. Foram produzidas apenas 177 unidades.

Tarifas de táxi

Todo mundo pensa que andar de táxi é um absurdo de caro, mas não é bem assim! Muitas vezes, compensa bem mais do que andar de carro próprio. (Para fazer essa conta, clique aqui)

A tarifa de Táxi de Piracicaba é controlada pela SEMUTRAN (Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito) da Prefeitura Municipal da cidade de Piracicaba através do decreto Nº 15.703 de 10 de julho de 2014.Six credit cards fanned out on a white background.

Os valores fixados a partir disso são:

Bandeirada: R$ 5,00 (cinco reais);

KM Bandeira I.: R$ 2,90 (dois reais e noventa centavos);

KM Bandeira II.: R$ 3,60 (três reais e sessenta centavos);

Hora Parada: R$ 24,00 (vinte e quatro reais);

Km fora do perímetro urbano, ida e volta: R$ 1,16 (um real e dezesseis centavos).

A Bandeira 2 será utilizada, de segunda a sexta-feira, a partir das 18:00 horas, aos sábados, a partir das 12:00 horas e, aos domingos e feriados, o dia todo.

 

A nova lei dos extintores de incêndio para carros

É lei: quem tem carro fabricado antes de 2005 precisa trocar o extintor do seu carro por um mais moderno até o dia 1º de abril.

Mas você tem noção de como usa-lo caso precise? Confira nessa reportagem do Fantástico o que fazer em caso de emergência.

http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/01/entenda-diferencas-entre-extintores-de-incendio-do-tipo-b-e-c.html

Carros clássicos: Opala

Seguindo nossa série que fala sobre os carros clássicos, chegou a vez de falar do Opala!

Na década de 60, a fábrica da General Motors criou um dos maiores ícones da indústria nacional: o Opala. Lembrado até hoje por seu conforto, sua robustez e seu status, pois foi por muitos anos veículo oficial de políticos e empresários.opala

Na época, a maioria absoluta dos carros vendidos e fabricados no Brasil era Volkswagen, o Fusca ou a Kombi. Assim, a General Motors inovou criando o Opala, pois ele reunia, na medida certa, o estilo moderno e espaço para passageiros e bagagem que o brasileiro gostava, além da possibilidade de escolher entre um motor de quatro ou de seis cilindros.

Até hoje é possível ver Opalas nas ruas. Você gosta desse modelo?

 

 

Carros clássicos: Brasília

Para continuar nossa série sobre os carros clássicos, hoje vamos falar um pouco sobre a história do Brasília, carro que já foi até tema de música!

Esse carro  foi produzido de 1973 até 1982 pela Volkswagen do Brasil. Foi projetado para aliar a robustez do Volkswagen Fusca, com o conforto de um automóvel com maior espaço interno e desenho mais contemporâneo. Era um carro pequeno, de linhas retas e grande área envidraçada. Esse nome é uma homenagem a então moderníssima cidade do Distrito Federal, fundada 13 anos antes com o mesmo nome.carros-que-deixaram-saudades-6

O design retilíneo da carroceria, com linhas suaves e equilibradas, foi inovador na época. Esta característica privilegiava um amplo espaço interno para os passageiros, algo difícil de se encontrar na época em carros do segmento do Brasília.

O novo veículo foi oficialmente apresentado ao público em Junho de 1973, apenas um mês depois do lançamento de seu principal concorrente, o Chevrolet Chevette.

E então, gostaram da história? Nós adoramos!! 😉

Férias sem preocupação!

Para sair de férias com seu carro, você precisa antes de tudo tomar alguns cuidados para que a viagem de férias não vire uma dor de cabeça.crina

Nós damos algumas dicas:

A importância da revisão

Alguns itens importantes precisam ser checados antes de cair na estrada, mesmo para quem segue a rotina de manutenção recomendada pela fábrica.

Cuidados com a bagagem

Respeite os limites do seu carro. Excesso de carga e objetos soltos dentro do veículo representam grandes riscos a você e toda sua família

Teste do carro carregado

O peso extra de passageiros e bagagem fazem seu carro reagir de forma diferente do habitual. É preciso cuidados especiais e atenção redobrada na hora de dirigir

O sono ao volante

Cuidado! Não tente enfrentar a sonolência e a fadiga. Quem conduz um carro nessas condições corre quase tanto risco como quem dirige alcoolizado.

Fique de olho em nossas dicas ou passe em um de nossos postos! Segurança sempre em primeiro lugar!

 

É hora de pagar o IPVA, e agora?

O ano novo traz com ele novas contas. Entre elas está o IPVA, o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores.Logo_IPVA_PR

O governo oferece algumas formas de pagamento, que podem trazer descontos. Cabe a você avaliar seu orçamento e ver o que mais lhe convém. Em geral, o contribuinte tem a opção de pagar à vista, com ou sem desconto, ou parcelado. Mas qual é a melhor opção?

Primeiramente é preciso avaliar duas situação para poder decidir:

– situação 1: tem dinheiro para pagar à vista;

– situação 2: precisa tomar empréstimo para pagar à vista ou as parcelas.

Sempre que possível, pague à vista pois assim você se livra de mais uma conta e ainda ganha um desconto. Já comece a pensar no IPVA do ano que vem! Assim você se organiza e pode colocar essa dica em prática!

Além disso tem o DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), que, em São Paulo, o pagamento deve ser feito em cota única junto com o IPVA, ou com a primeira parcela do Imposto. O não pagamento do DPVAT significa que o veículo não está devidamente licenciado.

Ou seja, atenção e responsabilidade também são precisos na hora de acertas as contas do seu veículo! É por essas e outras que nós já dissemos aqui no blog que é melhor você não ter um carro, relembre aqui .

Carros clássicos: o Fusca

 fusca-antigoVamos começar a falar aqui no blog um pouco sobre a história de carros clássicos que marcaram época e hoje são, para muitos, objeto de desejo!

Para começar, vamos relatar um pouco a origem de, quem sabe, o mais famoso deles: o fusca!

Fabricado pela alemã Volkswagen, ele foi o carro mais vendido no mundo, ultrapassando o recorde que pertencia até então ao Ford Modelo T. O projeto do Fusca envolveu várias empresas e até mesmo o governo de seu país, e levou à fundação de uma fábrica inteira de automóveis no processo.

Certos detalhes de sua criação e projeto perderam-se com a devastação causada pela Segunda Guerra Mundial. O último modelo do Fusca foi produzido no México em 2003.

E então, o que achou da história? Já conhecia?